30 de maio de 2013

Chuva de Estrelas


Lá fora choviam estrelas de fogo.
Os aviões de bombardeio passam derramando sua cortina de fumaça, e de trás das barricadas uma chuva de balas caia.

'Não vou te abandonar' - dizia o jovem de uniforme azul dentro da pequena cabana de madeira.
Os olhos da jovem que segurava as mãos dele brilhavam de medo, e ela não conseguiu proferir nenhuma palavra.

As palavras do jovem estavam certas pois mesmo quando a casa veio á baixo levando os dois consigo ele ainda apertava fortemente a sua mão.

Era só mais um vilarejo que era destruído, nada de demais, nenhuma história que devesse ser contada, era a guerra e nela a chuva de estrelas não era tão bela.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...