16 de julho de 2013

Leio ou não?: Noites de Tormenta - Nicholas Sparks


Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance
Páginas: 173 páginas.
Nota: ✰✰✰✰✰

Viram quem é o autor né? Então não preciso falar muito e sim, eu chorei. Apesar de ter feito uma coisa errada, do tipo, assistir o filme antes e mais de uma vez, eu consegui ler o livro e me emocionar mais ainda. A história que Nicholas trás em Noites de Tormenta é a de Adrienne e Paul, contada em terceira pessoa. Adrienne, uma mulher divorciada e mãe de três adolescentes recebe o pedido de sua amiga, Jean, para tomar conta da pousada em Rodanthe e lá ela conhece o único hóspede, Paul Flanner. Ele, por sua vez, também é divorciado e pai de seu único filho Mark, porém nunca esteve presente na vida do filho e leva isso como remorso durante anos. Então, quando decide ir atrás de conquistar Mark novamente e tentar concertar um erro médico de um passado recente, conhece a confusa Adrienne. Um fim de semana, um amor a primeira vista e intenso, duas vidas quase interligadas, a culpa, o momento, a decisão, o adeus; é um livro curto, mas extremamente intenso. Sparks, mais uma vez, soube nos prender a leitura e mostrar um mundo diferente, fazendo-nos acreditar que o amor não tem idade para acontecer, nem momento, ele simplesmente acontece e ninguém está livre dos golpes do destino. Eles passam por belos momentos, como se fossem adolescentes descobrindo o amor. É tão fofo, tão cheio de paixão, tão meigo que você fica imaginando que tudo aquilo podia acontecer com você. Nicholas sempre despertando sonhos nos leitores. Sinceramente, antes de começar a ler pegue um lenço e deixe por perto. A forma que Adrienne vê o pai e o que ele significou pra ela, os momentos entre ela e Paul, as cartas dele depois da despedida, o relacionamento de Mark e Paul e o acontecimento que mudou toda a vida de Adrienne farão lágrimas rolarem sem querer. Incrível como o autor sempre consegue isso em seus livros. Enfim, Noites de Tormenta é um romance para ser lido e compreendido, seja por jovens, adultos e idosos. É uma história que marca, os acontecimentos são simples e como ocorreram no livro, podem ocorrer na nossa vida. Acho que por isso o livro toca bastante o emocional. Quando Adrienne fala de seu pai em diversas vezes é o momento que mais tocou em mim, pelo fato de que não me imagino sem os meus. O livro é muito bom e pra quem ainda não teve a oportunidade de ler, deixo aqui minha indicação.

Sinopse (via Skoob):

Aos 45 anos, Adrienne Willis repensa toda a sua vida quando o marido a abandona por uma mulher mais jovem. Com o coração partido e em busca de descanso ela segue para a pequena cidade de Rodanthe, na Carolina do Norte, para cuida da pousada de uma amiga, Quando uma tempestade terrível se aproxima, Adrienne começa a achar que sua fuga perfeita está arruinada - isso atá a chegada do novo hóspede, o Dr. Paul Flanner. Aos 54 anos, o médico chega a Rodanthe para repensar sua profissão e relação com a família. Agora, em meio à tempestade que os cerca, os dois seres feridos procurarão conforto um nos braços do outro - e esse único fim de semana despertará sentimentos que irão acompanhá-los pelo resto de suas vidas. O título desse livro foi mudado de O Sorriso das Estrelas para Noites de Tormenta depois do sucesso do filme, que agora compõe também a capa do livro.

Trecho do Livro:

  Quatorze anos. Era o tempo que fazia.
  Em todos esses anos, Adrienne tinha contado apenas para uma pessoa tudo o que acontecera, mas seu  pai havia morrido com o segredo, incapaz de contar a alguém mesmo que quisesse.
  Sua mãe havia falecido quando Adrienne tinha 35 anos e, apesar de terem um bom relacionamento, ela sempre fora mais próxima do pai. Ele era, assim pensava ainda, um dos dois homens que sempre a entenderam realmente; sentia falta dele agora que já não estava mais com ela.  
  [...] Havia uma tranquilidade em seu pai que sempre desejara emular. Ela sempre achou que ele teria dado um bom padre ou reverendo, e as pessoas que o encontravam pela primeira vez sempre saíam com a sensação de ouvinte; com o queixo pousado na mão, nunca desviava o olhar da pessoa com quem estava falando, sua expressão refletia empatia e paciência, humor e tristeza. Adrienne desejou que ele estivesse ali agora para ajudar a neta; ele também perdera a esposa, e passara por momentos difíceis, por isso ela pensou que Amanda o ouviria, mesmo que fosse apenas porque ele sabia o quanto era difícil.
  Um mês atrás, quando Adrienne tentara falar gentilmente com a filha, Amanda se levantara da mesa sacudindo a cabeça irritada. 
  - Isso não tem nada a ver com o que aconteceu entre você e o papai - ela disse -, vocês não conseguiam resolver seus problemas, por isso se divorciaram. Mas eu amava Brent. E vou amá-lo para sempre, mas eu o perdi. Você não sabe o que é ter de enfrentar uma coisa desse tipo.
  Adrienne ficara calada, mas, quando Amanda saiu da sala, abaixou a cabeça e sussurrou uma única palavra.
  - Rodanthe.




4 comentários:

  1. \Õ/ Nossa, fiquei com vontade de ler... Quem sabe? Ótima indicação. Beijos,

    http://garotaestranhameumundo.blogspot.com
    http://mundoteenxd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adoro os livros do Nicholas Sparks e esse está na minha wishlist! Nunca assisti ao filme, aliás, nem sabia que tinha. Vou procurar pra vê-lo. Quando ler, vou ter que deixar um paninho do lado mesmo, pois choro fácil com esse tipo de romance... hahaha Já leu O Casamento e Um Amor para Recordar? São lindos!

    Beijos!
    seumundoeomeu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sempre choro com os livros dele ):
    Esse é tão lindo, amo demais.

    Beijinhos. :*
    sorrisoselivros.com

    ResponderExcluir
  4. Amei o blog meu amor, to seguindo.
    http://estantededesejos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...