4 de setembro de 2013

Leio ou não?: Pluvia - Erica Azevedo


Autor: Erica Azevedo
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção
Páginas: 279 páginas.
Nota: ✰✰✰✰

Pluvia não é um clichê literário, não é uma cópia do enredo de Harry Potter, nem traz lembranças de Nárnia e muito menos sobre deuses. É um mundo de magia e imaginação criado por uma mente dotada de criatividade. Erica Azevedo é uma nova autora da editora Novo Século que venho com tudo pra nos mostrar seus dotes na literatura. A Erica deixa sua marca com o começo de uma série que tem tudo pra ser empolgante. Pluvia, entre segredos & esperança, nos trás um mundo através dos pingos de chuva. Um mundo diferente da realidade que enfrentamos, entrando em uma magia intensa onde, uma garota humana é escolhida para defender um mundo cheio de segredos. 
"Sempre temos o poder de escolher. Mesmo que nossas escolhas nem sempre nos levem pelos melhores caminhos."
Ana é nossa personagem principal, após viajar com os pais para uma cabana em um povoado extremamente pequeno e inclusive fora do mapa, ela conhece pessoas que a fazem escolher entre a vida e a morte para levá-la a outro reino. Para os pluvianos, Ana seria a salvação. Ela enfrenta uma complicada decisão ao deixar seus pais e passar a viver em outro mundo. Penafort é, então, sua nova casa. Surgem personagens secundários incríveis e, em especial, Aléxi. Não tem como não se apaixonar por Aléxi, simples assim. Seguro de si, sombrio, misterioso, lindo e provocante. Ana tem muitas decisões a tomar e jamais pôde duvidar de alguém tão próximo como seu maior inimigo. Nessa nova etapa de sua vida muitas coisas farão sentido, muitos segredos serão revelados e muitas outras dúvidas surgirão. 
"[...] às vezes nos achamos em situações complicadas e até embaraçosas, mas nunca deixe de acreditar na sua capacidade, porque, eu posso sentir, ela é enorme."
Um enredo inteiro pra amar e no final querer mais. Estou ansiosamente aguardando pela continuação da série. Digo já que a escrita da Erica é super boa, é confortável, nada maçante e enjoativo. O texto flui, assim como a leitura. O livro é narrado em terceira pessoa dirigindo-se inteiramente a vida da protagonista. Não comento sobre a capa, é linda. Foi bem pensada. Adorei a fonte usada em "Pluvia" e a textura dos pingos de chuva com a paisagem ao fundo. Vale a pena iniciar essa série, Pluvia é um mundo pra se descobrir e eu já comecei.




Sinopse (via skoob):

Ana cresceu empenhada em suas histórias fantásticas, mas nunca teve oportunidade de se aventurar por elas. Abandonou-as ainda na adolescência, enxergando que a realidade é dura demais para tais voos inocentes. Mas, em meio a uma viagem a um vilarejo desconhecido no sul do Brasil, ela tem a oportunidade de enveredar por um mundo totalmente novo, quando, em meio à chuva do fim de tarde, observa as gotas se transformarem em pessoas iguais a ela. Sentindo o fogo que a preenchia na infância se reacender com a curiosidade, Ana vai atrás deles e se depara com um pedido de ajuda e a descoberta de um novo mundo: Pluvia. Mas o que essas pessoas realmente escondem? E qual o segredo por trás dos profundos olhos azuis do estranho senhor da mercearia? E o que de tão terrível está assustando os pluvianos a ponto de fazê-los pedirem ajuda a uma menina indefesa? Essas respostas serão desvendadas e muitas outras perguntas surgirão no decorrer da leitura de Pluvia. O primeiro livro da série “Os Mundos” traz um misto de aventura, romance e diversão para os leitores de literatura fantástica e que, como Ana, possuem sede por conhecer outros mundos. 



Olha essa dedicatória, Erica sua linda! *-*

Trecho do livro:

  Levantando-se, foi até a janela e acomodou-se em um banquinho de madeira que estava no canto. As nuvens cinzentas já cobriam todo o céu e viam-se alguns raios de sol que as iluminavam. O vento não era forte, apenas uma brisa suave que balançava algumas folhas das árvores. Não se passou muito tempo e pingos solitários da chuva começaram a borrar sua janela, o vento, agora forte, balançava as copas das árvores ao longe, enquanto no céu, pintado de cinza, as nuvens moviam-se lentamente sem rumo, como se esbarrassem umas nas outras. Os pingos solitários rapidamente ganharam companhia, dando lugar a uma cortina de água que caía freneticamente e Ana observava do seu crescimento até o seu apogeu para, assim, transformar-se novamente em pingos não mais tão solitários, mas também não tão intensos.
  E foi então, em meio àquela pequena demonstração da força da natureza, que ela vislumbrou, pela janela embaçada pela chuva, uma pequena transformação de fantasia em realidade. As gotas que caiam inexplicavelmente transformaram-se em pessoas, iguais a ela, vestidas de maneira diferente e agitadas por certa empolgaçao que ela imaginou em seus rostos. A chuva não as incomodava, ao contrario, parecia que ela invadia seus corpos como se fizesse parte delas. Em um momento as gotas caíam silenciosas e, no outro, elas favam lugar a três pessoas de capas prateadas, que simplesmente apareceram em  meio àquela estrada solitária. A mais alta agitou-se um pouco, como se a viagem tivesse lhe causado tontura, enquanto as menores seguravam-se uma na outra tentando manter o equilíbrio. 
  [...]
  - Está bem, isso foi um sonho. Pode acordar agora - sussurrou para si mesma,a brindo e fechando os olhos observando s pessoas encapuzadas vagarem pela estrada silenciosa até a mercearia.

4 comentários:

  1. adoreeeei *-* quero pra mim!

    http://devaneiosdeuma-adolescente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que resenha foi essa? Adorei! eu já li o livro, eu amei assim como você! Bom a história é muito envolvente, nos prende do começo ao fim, uma leitura simples e rápida, porém inesquecível. Estou louco para ler Ventus, mal posso esperar para que seja lançado :)

    livrosvsseries.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Heey!

    Eu tenho lido muitas resenhas sobre esse livro na blogosfera e parece maravilhoso, estou louca pra ler!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Li o primeiro capítulo de Pluvia e lembro de ter gostado bastante! A escrita da autora é maravilhosa, além de fluir de uma forma que eu não conseguia parar de ler, a autora usa um vocabulário muito bom, e eu gostei disso. A originalidade na história também me chamou a atenção, portanto sou simplesmente looooouca para ler Pluvia :)

    ResponderExcluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...