2 de dezembro de 2013

E aí, escuto?; Avril Lavigne - Avril Lavigne


Sendo o mais novo trabalho de Avril Lavigne seu quinto álbum foi lançado em 2013 e trás 13 faixas com inovações inesperadas vindas da cantora. Seus 11 anos de carreira conquistados, um segundo casamento bem realizado e o novo disco, vieram com tudo para trazê-lá de volta a mídia nesse ano. Uns dizem não gostar outros amam, eu vocês verão, mas e a sua opinião? Leia a resenha e tire suas conclusões após escutá-lo.

- As faixas: (minhas preferidas em negrito)
  1. Rock N' Roll
  2. Here's To Never Growing Up
  3. 17
  4. Bitchin' Summer
  5. Let Me Go (feat. Chad Kroeger)
  6. Give You What You Like
  7. Bad Girl (feat. Marilyn Manson)
  8. Hello Kitty
  9. You Ain't Seen Nothin' Yet
  10. Sippin' On Sunshine
  11. Hello Heartache
  12. Falling Fast
  13. Hush Hush
1. Rock N' Roll - Foi o segundo hit liberado do álbum, o que incluiu fãs em seu lyric video e um clipe que deu o que falar. Logo de cara não foi algo que me agradou vindo dela, mas fui gostando e hoje é uma das minhas preferidas do CD. A composição não chega a ser tão Rock N' Roll quanto a letra fala, mas é uma das mais próximas dos antigos álbuns. Digamos que a letra em si lembra a Avril de gravata e calça rasgada, já a melodia da composição trás uma nova Avril. Uma mistura que, ao meu ver, ficou de boa qualidade. 
Nota: 9.0

2. Here's To Never Growing Up - Primeiro hit lançado para a divulgação do álbum. Lembro que quando lançou não parei de ouvir e embora a música seja boa, dançante, animada... não chega a ser uma das minhas preferidas. A melodia é contagiante e até faz um jeitinho da Avril de The Best Dawn Thing. A letra da música busca a juventude, quer dizer que seremos jovens para sempre não importando as circunstâncias. Quanta ironia Avril Lavigne! haha
Nota: 8.5


3. 17 - Também consta como um dos primeiros hits liberados, pelo menos que eu escutei. Confesso que a maioria das músicas do álbum eu ainda não parei de escutar, e como sei dos outros, acho meio improvável eu parar. Mas Seventeen ou 17 é uma das músicas que não contou tanto assim na composição do álbum. É uma música jovem, tanto em sua letra quanto na melodia. Nela, Avril relembra certos momentos da sua juventude e os relaciona aos seus amores passados.
Nota: 7.6 



4. Bitchin' Summer -  A melodia da música é bastante comum, digamos por assim, mas tem algo a mais vindo dessa composição que faz a diferença. A letra lembra o verão tanto quanto a música no geral. É uma das que mais me agradaram no álbum, porém sinto ainda que falta algo "Avril" na composição. Para constar, o álbum foi uma experiência da cantora e sendo assim, está muito bem trabalhado. Bitchin' Summer é algo bom pra ouvir, nada de gritos exagerados e sim um toque especial de uma nova experiência da cantora.
 Nota: 8.9

5. Let Me Go (ft. Chad Kroeger) -  Se não é a minha preferida, chega bem perto de ser. Embora haja alguns "descuidos" ou características diferentes na música acho que o trabalho entre seu marido, Chad Kroeger (vocalista do Nickelback) e ela tiveram um bom resultado. Particularmente, eu amo a voz do Chad e juntando com a dela nesse dueto com uma música tudo a ver com os dois ficou de grande qualidade. Só achei meio enrolação a última parte "Won't let you go / Don't let me go...". Mas fora isso, a música, a letra, o clipe, tudo ficou lindo. 
Nota: 10

6. Give You What You Like - Digamos que é uma das músicas mais "deprê" do álbum, nela Avril retrata seus sentimentos ruins, suas consolações. Podemos supor que foi algo relacionado a um fim de relacionamento e bom, sabemos bem do último. Porém, apesar de bastante melancólica, não tanto em sua melodia, a música tem uma entonação e qualidade boa. 
Nota: 7.0

7- Bad Girl ( ft. Marilyn Manson) - Típica de um dueto com Marilyn Manson, embora muita gente não goste do estilo musical e etc do músico, eu o admiro e por fim gosto de muitas de suas músicas. Os fãs haviam sido avisados de grandes parcerias que fariam parte do álbum e bom com Marilyn foi uma. A letra trás um lado erótico bastante exposto. Digamos que foi uma composição mais no estilo dele que do dela, porém achei a melodia incrível. E o dueto ficou de boa qualidade.
Nota: 8.5



8 - Hello Kitty - Essa música deu o que falar. Uma das experiências mais chocantes no álbum, Hello Kitty tem um lado erótico também e um ritmo eletrônico que muitos não gostaram. Particularmente, gostei da música, é uma composição legal com o ritmo. O que não agradou nem foi a letra, foi mais algumas entonações desnecessárias e exageradas. Mas Hello Kitty não é ruim, ao contrário, é boa pra quem sabe apreciar.
Nota: 5.0

9 - You Ain't Seen Nothin' Yet - Novamente um lado divertido da Avril Lavigne com uma melodia com base nas antigas. Uma das minhas preferidas, não há um jogo de gritos e sim um ritmo mais suave. Um pop-rock bom de ouvir, Avril caprichou na composição da música em si. Em sua letra há indícios do novo relacionamento, hoje o atual. De diversão, amor, beijos, carinho... tudo isso em algo não tão dançante e nem tão gritante.
Nota: 9.2

10 - Sippin' On Sunshine - Entra na lista das preferidas, tanto pela música, pela composição, pela melodia. Convenhamos que a letra falando do verão, de diversão; como ela mesma disse que o álbum seria algo do lado divertido dela. Enxergamos bem qual lado ela queria mostrar em muitas das músicas, mas em Sippin' On Sunshine ela mostra algo alegre e claro, mais pop. Alguns podem não gostar pelo fato do afastamento em relação ao seu antigo estilo, mas acho que a apreciação vai além de algo padrão. O legal é inovar.
Nota: 9.9




11. Hello Heartache - Uma letra triste, embora compreensível e determinada a busca pela felicidade. Nessa composição há um lado pop-rock também, embora bastante chegado ao antigo "eu" da cantora a música trás em alguns pontos novas características e isso a deixa diferente da maioria. No geral, a composição em si é boa e há quase nada de negativo (ou nada?).
Nota: 8.3

12. Falling Fast - Embora diferente do estilo "Avril" a música trás grandes semelhanças a outras dentre o pop ou pop-rock. Avril também lembra suas canções antigas nessa melodia. Consideramos sua letra bastante romântica, acho que uma das mais nesse estilo do álbum. Também lembra bastante Goodbye Lullaby, minha opinião. 
Nota: 8.0

13. Hush Hush - A integração do piano faz lembrar muitas de suas composições antigas, o que faz com que eu me apaixone a primeira-"escuta" pela música. E foi assim com Hush Hush, a letra é melosa, tem um refrão legal. Como disse em outras, é uma das minhas preferidas do álbum. A letra trás também um lado romântico, ou seja dá pra concluir que o romantismo ficou mais para o final do álbum. Composição incrível.
Nota: 9.8

Escute o álbum: (Se gostar, compre.)


Então, deixa eu explicar o novo tema do blog. Resolvi fazer resenha de álbuns porque é legal indicar novas músicas e vou indicar meu gosto musical por aí com críticas e elogios seja de novos álbuns ou antigos. 

Se quiser pedir resenha sobre algum álbum deixa nos comentários que possivelmente farei.


3 comentários:

  1. Eu amo a Avril, mas confesso que curtia mais o estilo original dela, músicas como Complicated e Sk8er Boy!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não gostei tanto desse álbum, eu adorava Avril mas essas músicas estão um tantinho enjoativas, apesar de ter realmente curtido algumas. Realmente amei Let me go, e tem outras que adorei mas já enjoei. Acabei de ver a tradução de Hello Kitty, agora deu pra Avril dar uma de lésbica né? Porém continuo gostando dela.

    Livros empilhados

    ResponderExcluir
  3. Ah ela é muito diva rsrs
    Ameio desenho que vc fez , vc desenha super bem :)
    leehlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...