6 de outubro de 2014

10 coisas que você deve parar de fazer para si mesmo

Como vocês perceberam, estou voltando aos poucos. Meu ano tá sendo muito tumultuado e só tende a piorar, mas não quero largar o blog em hipótese nenhuma, então mil e uma desculpas. Vou voltando no meu ritmo e começando a colocar em dia tantos posts que programei. Separei10 dicas de coisas que você não deve fazer para si mesmo.

1. Não perca tempo com as pessoas erradas.
Convenhamos, a vida é curta demais para perdermos tempo com as pessoas erradas, né? Se alguém quiser você por perto, vai dar esse espaço. Caso contrário vai ignorá-lo e para que lutar por alguém que não faz questão de valorizar sua presença? Seus verdadeiros amigos não aparecem somente quando você está num momento de felicidade, eles marcam presença principalmente quando seu mundo resolve desabar. Por mais clichê que pareça.

2. Para quê fugir dos seus problemas? 
Sim, estamos propícios a desviar do caminho e usar o atalho quando nos vimos em algumas situações inusitadas. Assim, como a Chapeuzinho Vermelho nos deu aquela lição lá na infância. Ir pelo caminho mais curto e fugir dos problemas pode acabar causando um problemão maior ainda. Encare-os de frente, não vai ser fácil, é óbvio. Ninguém sai sem nenhum "machucado" quando bate de frente com a vida, mas encará-los nos torna mais fortes para novos obstáculos. Fugir deles só vai adiar e acumular mais problemas. E, no mais, é isso que nos torna quem somos, nossa trajetória vivida.

3. Pare de mentir para si mesmo. 
Mentir para si mesmo é sempre a pior mentira: clichê, porém verdade. Nada melhor que sermos honestos com nós mesmos. Se fantasiar e criar algo que não é nosso, simplesmente não vale a pena. Podemos mentir ou enganar qualquer pessoa, mas é muito mais difícil viver numa fantasia criada na nossa cabeça e não vale a pena. Quando a realidade bater o tombo pode ser feio. 

4. Você em segundo plano? Nem pensar! 
Isso mesmo, cadê o amor próprio? Não devemos nos doar a ninguém e esquecermos de nós. Uma das coisas que mais dói é perder-se para si mesmo. Não estou falando de ser orgulhoso ao ponto de não ajudar mais ninguém, mas de saber priorizar o que faz bem e não faz. Insistir em coisas sem futuro e se deixar de lado não é uma das melhores escolhas a se fazer.

"Deixa o que te faz feliz chegar e revestir." Bem-te-vi - Scracho

5. Não tente ser alguém que você não é. 

No mundo hoje em dia está cada vez mais difícil ser você mesmo. Em uma sociedade que muda constantemente, segue padrões, muitas vezes, ridículos e que quer nos moldar a isso dificulta ainda mais. Somos diferentes e temos que aceitar isso. Alguém vai ser mais bonito, mais jovem, mais inteligente, mas esse alguém nunca vai ser você. Não mude por ninguém, se resolver mudar, mude por você. No momento em que nos aceitamos, os outros passam a nos aceitar do jeito que somos. 

6. Deixe o passado no passado. 

Não tem como seguir em frente se continuarmos andando para traz. O negócio é virar a página e iniciar um novo capítulo. As vezes é difícil demais e demoramos horrores para cair a ficha de que o que passou vai ficar lá no passado e a única coisa que fará sentido serão as lembranças. Mas é preciso desapegar e mirar no presente pensando no futuro. Que seja, mais um clichê: o que passou, passou. 

7. Não tema seus erros.

Se temermos a tudo, nunca faremos nada. Questionar os prós e os contras é uma coisa, agora, não fazer por medo de dar algo errado é outra. Todos erramos e muitas vezes são esses erros que nos levam ao sucesso do que almejamos. Quem sabe seu erro possa ser doloroso o suficiente a ponto de te fazer desistir, mas você não sabe o que pode vir desse erro, não é? Errar é normal, anormal é não errar. Então me responde, é melhor se arrepender do que fez ou de não ter feito?

"Faço da dificuldade a minha motivação." Alexandre Magno (Chorão)

8. Não fique se culpando por velhos tropeços.

Você pode descobrir que seu ex não era o príncipe encantado, que sua melhor amiga não foi a pessoa mais verdadeira do mundo e que seu cachorro nem sempre esteve ao seu lado, mas não tem o porquê se culpar por esses tropeços da vida. Os tropeços podem não acontecer por causa do destino, entretanto uma coisa é certa, eles fazem de você quem você é e quem vai ser. Todos cometemos erros, nos arrependemos, fazemos de novo, nos culpamos e nos culpamos mais ainda, e mais, e mais... por quê? Você não é essa pessoa que errou e tropeçou ali, você é quem é no agora. E é esse ser que a vida te tornou que você deve se orgulhar. Quem mesmo passou por tudo o que você passou e está de pé ainda? Orgulhe-se e não culpe-se. 

9. Pare de tentar comprar felicidade.

Não, coisas materiais não trazem felicidade. Elas suprem desejos momentâneos. Aproveite aquele sorriso de alguém que não conhece, aquele olhar intenso do carinha que você está afim, aquelas gargalhadas extensas com as amigas, o abraço apertado do seu pai ou da sua mãe, o pulo faceiro do seu cachorro, o céu azul e a brisa suave de um dia de verão, o frio do inverno com um filme e um café bem quente. É isso que nos deixa feliz, não o que só o dinheiro compra. 

10. Não procure felicidade exclusivamente nos outros. 

Se você não é feliz com você mesmo, jamais será feliz com outro alguém. É preciso amar a si mesmo antes de dividir o amor com outra pessoa. Precisamos estar estáveis antes de compartilharmos nossos sentimentos. Ser feliz é consequência de estar de bem consigo mesmo.

4 comentários:

  1. É bom ler posts assim... algumas fichas caem...Esperando o próximo.

    Bjos
    JuJu
    asbesteirasquemecontam.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, quanto montava o post ia percebendo que meus conselhos caiam melhor para mim do que eu imaginava!

      Excluir
  2. Muito bom, e adorei as referencias musicais! haha

    ;)

    www.desastredemulher.com.br

    ResponderExcluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...