8 de maio de 2015

5 coisas que eu já quis ser


Quem nunca escutou aquela perguntinha básica dos parentes ou da professora no ensino fundamental: "O que você quer ser quando crescer?" e quem nunca respondeu "feliz", "médica", "cantora", "atriz", "astronauta", "super-herói" ou qualquer coisa que se passe numa mente dessa idade que atire a primeira pedra. 

É exatamente disso que vou falar hoje, do que eu já disse que quis ser e os porquês, afinal, a gente não sabe direito nem o que pode acontecer amanhã e as vezes nossos objetivos mudam em segundos, não é? 

1. Psicóloga.
Sempre tive uma tendência a querer adquirir auto-conhecimento, essa coisa de prestar atenção nos pequenos detalhes, estudar a mente, os sentimentos e o porquê de muitas coisas. E o mais importante sempre tentei levar minha experiência e conhecimento adiante e ajudar as pessoas que precisavam. Pois é, e mantenho esse jeitinho até hoje. O curso que havia escolhido para cursar e tentar agora no vestibular de inverno esse ano era o de Psicologia, mas o meu rumo mudou com um piscar de olhos numa oportunidade incrível e agora estou trabalhando determinada para outro objetivo. Quem sabe daqui um tempo eu volte a pensar em montar minha própria clínica.  

2. Design de Moda/ Estilista.
Comecei a desenhar bem pequena, nunca foram só palitinhos como normalmente se começa. Meu pai faz projetos de móveis manualmente e eu vivia vendo ele trabalhar em cima dos desenhos. Sou um caos com desenhos arquitetônicos manuais (odeio usar réguas e etc, me limitam), mas com desenhos do tipo Croqui (de moda) ou realistas eu me dou muito bem. Dos meus quatro aos sete anos eu adorava criar bonecas com vestido de princesa, noiva ou bailarina e imaginar que seriam feitos para mim. Depois me aperfeiçoei aos poucos no realismo e hoje desenho até bem para quem nunca fez nenhum curso e me viro com minha costureira preferida mandando todos os meus novos modelos de roupa super diferentes. Quem sabe, esse novo rumo que falei ali em cima me leve para cursar algo assim daqui um tempo. 

3. Bailarina.
Difícil a menina que nunca quis ser bailarina, meu sonho de criança que nunca pude realizar nessa época. Pois é, meu pai era meio controlador e não queria que eu fosse para o ballet, não me perguntem o porquê, daí acabei levando ele a me colocar em outro tipo de dança tradicional do meu estado, o Rio Grande do Sul. Mas, foi só eu começar a tomar minhas decisões e pegar um pouco mais de liberdade que eu me mandei para realizar um sonho aprisionado há muito tempo e no mais, eu amo dançar, acho que se eu pudesse aprenderia todos os tipos. Hoje sou bailarina, claro, não como eu sempre sonhei, profissional. Porém, estou realizada e se possível continuarei por muitos e muitos anos.  

4. Escritora.
Ah, que me desculpem a auto-estima alta agora, mas eu sempre tive um dom para escrever. Tudo bem, não sou nenhuma J. K. Rowling e não chego perto nem dos escritores de tumblr, mas sempre tive uma certa característica puxada para isso. Eu só não quis ser, como quero ainda ser escritora. Tenho projetos para lançar livros e escrevo três no anonimato, espero que um dia eles estejam lindos na minha prateleira e na vitrine das lojas, nem que sejam só da minha cidade.  

5. Arquiteta.
Como comentei antes, meu pai vive em cima de projetos e móveis e decoração e etc. Vivi minha infância e adolescência inteira vendo ele projetar e criar coisas novas a todo momento, aquilo com certeza iria influenciar em algo e influenciou. Sou apaixonada por decoração e design de interiores e exteriores, passei boa parte da minha vida respondendo aquela pergunta básica respondendo que queria ser arquiteta e fazer coisas incríveis, afinal, com a influencia do meu pai, a empresa e morando na cidade pólo moveleiro eu teria um futuro muito bom. Mas, as ideias mudaram e como uma boa rebelde de ensino médio eu comecei a querer outras coisas e de uma questão que praticamente já estava definida mudei para umas mão de opções.

Também já quis ser atriz, modelo, cientista, cantora, pianista mas em níveis menores. E vocês?
** O tema foi indicado pelo ROTAROOTS.

4 comentários:

  1. Também já quis ser bailarina, acho tão lindo a suavidade e delicadeza dessa dança *--* mas acredito que se eu fosse fazer aulas sairia delas com muita dor nas costas hahaha Ta difícil ser sedentária :P

    http://chuvadejujubas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha evitar a dor como bailarina é quase impossível, mas é linda demais essa arte! <3

      Excluir
  2. Eu queria ser grande e agora que sou grande, quero ser pequena HSUIAHSUIH como lidar?

    | A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...