3 de agosto de 2015

Fica um pouco mais

E se eu disser que assisto aquele filme sem graça cheio de lutas e sangue, você fica mais um pouquinho? Eu faço um café bem quente para que possa esfriar à curtos goles e uma pipoca com caramelo para adoçar um pouco essa escolha cinematográfica chata. Te empresto mais do meu lado do edredom e se quiser busco mais uns travesseiros para ficarmos sem dores nas costas. Se eu disser que canto aquela sua música preferida do momento dedilhando um ritmo fora da melodia original você promete não sair correndo daqui? Sabe, não sou muito boa no violão, mas eu juro que tento melhorar minha pacata afinação. 

Se eu prometer te fazer um cafuné até você dormir, posso contar com a sua presença por mais umas horas essa noite? Juro que te deixo deitar a cabeça na minha perna e te conto as minhas mais malucas histórias se não tiver sono. Fica um pouco mais aqui comigo e eu danço com você mesmo sem coordenação no meio da noite só para incomodar os vizinhos com uma música brega. A gente pode rever aqueles episódios fantásticos da sua série favorita. Tenho duas taças guardadas no armário empoeirado da cozinha, podemos tomar vinho na sacada olhando as estrelas ou contar quantas vezes sorrimos sem perceber. 

Se eu fizer uma imitação barata de alguma propaganda de televisão e você não conseguir conter o riso. você fica um pouco mais? Se a luz faltar e só o brilho da lua clarear o quarto pela janela eu vou querer seu corpo mais por perto, tenho um pouco de medo do escuro ainda, espero que não se importe. Dorme comigo essa noite, sem besteiras ou sacanagens, no sentido mais inocente da palavra. Deixa eu encaixar meu rosto no teu peito, me embrulhar no teu abraço. Se eu jurar que não coloco aquele meu pijama cafona de bichinhos e paro de arrastar os pés no chão enquanto caminho, você fica mais um pouquinho?

Ah, fica, por favor! Deixa teu perfume na minha roupa e no travesseiro, deixa um pouco da saudade por aqui. Conta mais uma vez aquela sua piada sem graça que eu ri só para te fazer sentir um comediante nato. Mostra as fotos salvas no teu celular daquela viagem de novo e me conta mais uma vez como foi incrível aquelas experiências. Fica um pouco mais enrolando meu cabelo longo nos teus dedos das mãos. Te deixo cutucar minhas costelas de brincadeira só para fazer cócegas ou escorrer os dedos pelas minhas costas provocando arrepios. Tudo bem, eu deixo essa nossa intimidade instantânea virar paixão. Pode deixar os lençóis dessarumados e farelos de biscoitos na cama, mas fica só um pouco mais?

6 comentários:

  1. Eu realmente pagaria para participar do blog month deste ano! Só mesmo através do #BEDA para achar uma, veja bem, aspirante a escritora que deixa centos de escritores corados de vergonha. Parabéns! vou acompanhar ser blog month de perto, e sei que vai ser lindo. Gabrielle, me deixou sem palavras. Simples assim.
    www.patrickrene.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Patrick, não sabe o quão bom é ler um comentário desses! *-*

      Excluir
  2. QUE LINDA GABIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII <3 <3
    Cada frase, eu lembrei um pouquinho da minha história <3 Que linda *0*

    http://www.1001julietas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwn, obrigadaa!!! Tão feliz agora! *---* <3

      Excluir
  3. Wah sangat sangat mengejutkan juga artikelnya

    ResponderExcluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...