4 de agosto de 2015

Papo Sério: Eu não sou quem você acha que sou

Se eu perguntar para algum dos meus amigos "Quem eu sou?" eles dirão sem interferências as coisas que faço em minha vida ou as que já fiz. Diriam que sou amiga, filha, irmã ou seja lá o que meus anos de existência proporcionaram ao meu currículo. Outros poderão dizer que sou aquela que anda com um sorriso no rosto sempre e que nunca dá importância aos comentários alheios, aquela que parece uma doida girando sobre os próprios pés esteja onde estiver, que não se preocupa com os olhares cheio de facetas e que todo dia trás um sorriso no rosto e uma postura de estar bem com a vida. E eu confesso, sou essa pessoa, mas não somente da forma que me enxergam.  

Eu diria a verdade afirmando cada comentário descrito, mas ela estaria incompleta. Quem eu sou não é somente como as pessoas me enxergam, todos somos muito mais do que os olhos conseguem ver. Descrever uma árvore grande e robusta não lhe dá a garantia de saber o que ela realmente é, quantos anos de tempestades e sol forte ela aguentou, quantas vezes suas folhas e frutos lhe abandonaram. Descrever alguém é enxergar a casca, ninguém conhece tão bem o outro a ponto de rotulá-lo de alguma forma. Somos incógnitas numa equação infinita, nem o mais sábio profissional vai saber quem você verdadeiramente é. 

Não vim ditar regras e impor detalhes sobre o ser humano em sua essência, vim em forma de palavras jogar as ânsias trancafiadas e abrir os olhos de quem muito acha que enxerga: você não conhece completamente ninguém, aceite isso. Se minha tese inaceitável lhe irritou, pare por aqui e vá assistir mais um pouco daquele seu seriado favorito. 

Muitos me perguntam o que eu passei para tentar ditar teorias e minha resposta nada mais é que: "não muito mais do que você". A resposta de quem eu me tornei pode ser consequência das coisas que já percorreram pela minha linha tênue da vida, mas não é característica do meu ser. Sou muito mais que um sorriso espontâneo, sou muito mais que uma conquista levantada, sou muito mais que os passos que dou. Eu sou a junção da vida que se enxerga por fora e da vida que eu levo por dentro. Ninguém, repito, ninguém nunca vai poder afirmar quem eu sou de verdade.

Então, não adianta achar que tudo o que você enxerga em alguém é realmente tudo o que essa pessoa é. Por mais que conviva com essa pessoa do início ao fim da vida e saiba (quase) todos os acontecimentos vivenciados, você não viveu eles na pele dessa pessoa. Não julgue alguém por um ato executado sem saber o fundo do motivo daquele ato. As pessoas são condenadas por diversas coisas e não deve-se usar o termo "merecido", mas sim "consequência". Estamos abertos à consequências a partir do momento em que somos um SER. Eu não sou quem você acha que sou, eu sou quem eu me permiti ser com meus erros, acertos e tropeços. Sou a essência de quem eu mesma construí. E você, quem é? 

6 comentários:

  1. Que texto sensível! Adorei :)
    Em grande parte das vezes é automático julgar as pessoas; esquecemos que não vivemos determinado momento da mesma forma que elas. "Eu sou a junção da vida que se enxerga por fora e da vida que eu levo por dentro." Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. "Ninguém conhece tão bem o outro a ponto de rotulá-lo de alguma forma." é exatamente isso! Ninguém sente o que o outro sente tão bem quanto ele mesmo e nem vê como ele é por inteiro. Nesse texto você descreveu bem o "respeitar o espaço do outro e o jeito do outro" que são consequências de tudo o que ele passou e sentiu!
    Gostei, parabéns!
    beijocas.

    Caroline Guccione

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, ninguém sente da mesma forma que a gente. Que bom que gostou flor! ♥

      Excluir
  3. Que linda sua crônica. Isso o que você disse, a meu ver é como uma frase que sempre digo: Ninguém me conhece melhor do que eu mesma. Claro que sou também um poço de confusões, sou contraditória e cheia de defeitos, mas é exatamente isso que me torna quem eu realmente sou.
    Beijinhos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, ninguém nos conhece melhor do que nós mesmos. Que bom que gostou! ♥

      Excluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...