17 de setembro de 2015

Vale a pena assistir?: As Vantagens de Ser Invisível

Filme: As Vantagens de Ser Invisível
Título Original: The Perks Of Being a Wallflower
Gênero: Romance - Drama
Diretor: Stephan Chbosky
Lançado: 2012
Nota: ✰✰✰✰✰

Capa:
As Vantagens de Ser Invisível
Após resenhar o livro de Stephan Chbosky e comentar o quão aguardando estava para assistir ao filme, tendo como diretor o próprio autor, depois da leitura resolvi abrir minha crítica com a reprodução cinematográfica de As Vantagens de Ser Invisível. Para os que não leram a resenha, reforço minha condição em relação à história: Charlie, o personagem principal, tem uma história incrível que na minha opinião deveria ter sido abordada não tanto com humor e mais como um drama, apesar de ser uma comédia dramática. E diferente do livro, o filme se encaixa melhor nesse quesito.

O livro é descrito através de cartas pessoais pelo personagem Charlie, o que, na minha opinião, por ser muito pessoal deveria conter os dramas fortes do personagem. Ao contrário, no filme, apesar de mostrar o próprio Charlie envolto de suas cartas, mostra a realidade vista, o que diferencia o ato da escrita. Para o filme, a história mostra muito mais relação do que com o livro. O que acrescenta pontos no roteiro e o que me faz pensar que As Vantagens de Ser Invisível poderiam simplesmente ter sido só um roteiro e dali terem elaborado uma adaptação para livro bem melhor. Mas... há quem goste de ambos ou mais do livro e não sou eu quem julgará. 

Confessando logo de cara que a escolha dos personagens foi um dos principais pontos que chamaram atenção para o filme: nossa queridíssima Emma Watson (Hermione em Harry Potter) deixando seu papel marcante de bruxinha e mostrando o quão incrível a atriz pode ser em qualquer outro papel vivendo a amiga de Charlie, Sam. Logan Lerman, vivenciando o próprio Charlie, vindo diretamente do seu papel, também marcante, em Percy Jackson. Não deixando para trás o ator Ezra Miller, protagonista em Precisamos Falar Sobre o Kevin, fazendo um ótimo trabalho na trama como Patrick, meio-irmão da Sam e amigo de Charlie. As escolhas tanto de personagens principais como secundários foi de extrema importância para que o filme fluísse da maneira que haviam proposto.

Apesar de seguir uma trilha de romance, o filme na verdade trás a tona o sinal da verdadeira amizade, elaborando um fim triste e ao mesmo tempo real. Mostrando que o cinema não quer trazer só a fantasia e os bons da vida e sim colocar personagens reais numa tela para que seus espectadores consigam se assemelhar de alguma forma e sentir a verdadeira essência do filme.
ELENCO PRINCIPAL:
VEJA O TRAILER:

ALGUMAS CENAS:

2 comentários:

  1. Filme puro amor. Eu relutei muuuuito para vê-lo, fiquei com aquela sensação de que era um filmezinho bobo que não me acrescentaria em nada e me surpreendi de uma forma muito boa ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é bom mesmo, acho impressionante a história do Charlie!

      Excluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...