3 de novembro de 2015

Tag: 10 perguntas literárias

É, para quem não respondia tags, hoje responde a segunda do ano. Depois de falar de ballet na outra tag, é a vez de falar de mais uma das minhas paixões (que não é novidade para ninguém): os livros. Escolhi uma tag bem legal e rapidinha que já vi perambulando por vários blogs literários: 10 perguntas literárias. Foi criada pelo blog Como Respira?. Voilá?

1. Qual a capa mais bonita da sua estante?
Não a capa, mas as capas mais bonitas: Série A Seleção. Ok, não que sejam as únicas e exclusivas capas de tirar o fôlego, mas como é mais de uma e a série inteira está no capricho. Não poderia deixar de fora o trabalho incrível em cima dessas capas, certo? Certo. 

2.  Se pudesse trazer um personagem à realidade, qual seria?
Melanie, de A Menina Que Tinha Dons. Sem dúvida. Uma das personagens que me encantou do início ao fim pela sua personalidade. Uma menina que lutou contra si mesma para fazer o melhor que podia pelo amor. Simplesmente adotaria a Melanie. Sério. 

3. Se pudesse entrevistar um autor, qual seria?
Pensei em vários nomes, Lewis Carroll é um dos meus preferidos e seria mais que uma honra. Já Augusto Cury não me fascina com seus livros, mas sim com sua inteligência. John Green ou Nicholas Sparks são dois dos autores que adoraria conhecer. Mas Carlos Ruiz Zafón é o cara que eu realmente me sentiria realizada depois de uma entrevista cheia de muitas perguntas sobre seus livros, sua história como escritor e suas inspirações. 

4. Um livro que não lerá de novo e por quê?
O Inverno das Fadas, por alguns motivos. Um deles eu ter esperado muito em cima do livro e ter a decepção enorme por não conseguir gostar nadinha. Depois que a história não chamou minha atenção e a escrita da autora também não me agradou. Quem sabe o tema chame atenção de outras pessoas, mas eu não leria de novo, não tive conexão com a obra.

5. Uma história confusa?
A Menina Submersa foi um dos livros mais aguardados da minha lista de leitura, não me decepcionei nem um pouco com a leitura, tanto que é um dos meus favoritos. Por ser um suspense ou drama psicológico (não sei certo ainda) a história já pede por ser um pouco confusa. Mas o negócio piora quando se sabe que a personagem principal, India Morgan Phelps (ou Imp), é esquizofrenica, narra o livro com suas memórias que podem ser falsas já que nem ela mesma confia nas suas lembranças e ao mesmo tempo escreve uma história de fantasmas. Ou seja, é uma mistureba, só para quem quer ler mesmo a obra.

6. Um casal?
Margo Roth Spiegelman e Quentin Jacobsen de Cidades de Papel, do John Green. Ok, não são exatamente um casal daqueles incríveis do tipo que Nicholas Sparks conta. Mas convenhamos, que a história desses dois rende o mérito por aqui. Já fiz resenha do livro, aqui.

7. Dois vilões? (Pode ser tanto: 2 vilões que goste ou 2 que não goste)
Vamos direto a um dos vilões que eu realmente adoro: o próprio Príncipe da Névoa do livro de mesmo nome do excelentíssimo Carlos Ruiz Zafón. É o tipo de vilão que a gente passa a temer antes de saber da história, mas depois passa a gostar tanto que esquece outros personagens. Já um vilã que não gosto, não por ser uma personagem ruim, mas por ser rude demais e simplesmente uma vilã muito bem formada é a Srta. Taylor que ameaça a pequena Florence em A Menina Que Não Sabia Ler.  Já fiz resenha dos livros: O Príncipe da Névoa e A Menina Que Não Sabia Ler. 

8. Um personagem que mataria ou tiraria do livro?
Com toda a certeza o ex-astronauta de 172 Horas na Lua, falei inclusive na resenha do livro o quão desnecessário foi a presença do ilustre ex-astronauta que não lembrava das suas memórias até ver o programa da NASA na televisão de um asilo e dar uma de louco alucinado. E olha que fizeram capítulos especialmente para contar algo que não mudava em nenhum fato o enredo do livro. Totalmente desnecessário na história, ao meu ver. 

9. Se pudesse viver em um livro, qual seria?
Ou Alice no País das Maravilhas, meu maravilhoso clássico preferido, ou O Mágico de Oz. Um furacão como portal, uma estrada de tijolos amarelos, bruxas do oeste e leste, animais amigos, mágicos e toda a magia desse lugar é completamente irresistível não querer viver num livro  como esse.

10. Qual o seu maior livro? E o menor? (Páginas)
Meus maiores livros vão de 500 à 600 páginas no máximo, entre os maiores está Saco de Ossos do Stephen King com 566 páginas e logo depois O Mundo de Sofia (resenha aqui) com a mesma quantidade. Já o menor livro que tenho é o Fica Ficando da Jane Tutikian, tem 66 páginas e é literatura infanto-juvenil da minha época de ensino fundamental. Um dos livros que sempre adorei e depois desse vem O Pequeno Príncipe com 91 páginas.

4 comentários:

  1. Adorei essa tag. E fiquei curiosa pra ler alguns desses livros ai. 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou flor! Alguns dos livros valem muito a pena, vai por mim ♥

      Excluir
  2. Sobre o Inverno das Fadas, realmente não é o melhor da autora. Você já leu A Fada? É o meu preferido dela. Talvez goste mais :)
    Muito legal essa tag!
    Beijos!

    conexaolunar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li A Fada ainda, mas já vasculhei sobre. Parece interessante, vou pesquisar mais sobre. ♥

      Excluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...