11 de março de 2016

Maratona de filmes: Os primeiros 5 que assisti

Para quem acompanha o blog já sabe que deu a louca em mim e resolvi entrar numa maratona de filmes que eu mesma criei, pois saibam: está dando certo. E para quem não sabe o desafio consiste em assistir 30 filmes em 30 dias, já estou no 11º dia e já foram 10 filmes (pois só assisto à noite) e antes de fazer resenha de um por um (apesar de eu ter vontade de expressar tudo o que esses filmes me passaram um por um) vou juntar de 5 em 5 e dar uma breve opinião sobre minhas escolhas. Voilá? 

1. Coraline
O primeiro tema de filme na maratona era uma animação e eu poderia ter escolhido mil outros, mas escolhi esse. Coraline é criação do Neil Gaiman e só por esse fato já era minha paixão muito mesmo antes de assistir o filme ou ler o HQ ou o livro. Eis o fato, assisti e me surpreendi muito. Os desenhos da animação tem uma pegada diferente, alguma coisa me lembra Tim Burton, acho que os botões davam uma aparência parecida e eu amo o estilo do Tim Burton. O filme conta a história de Coraline (que insistem em chamá-la de Caroline), uma menina que não estava muito satisfeita com o mundo e a família onde vive e que descobre na própria casa uma portinha que a leva para um lugar onde tudo parece ser do jeito que ela mais sonhava, porém o que a porta esconde é muito mais que um mar de rosas (é aí que entra o suspense incrível que só Neil Gaiman consegue criar). A melhor escolha que fiz para iniciar a maratona, pode ter certeza!

2. Para Sempre Alice
O segundo tema consistia em escolher um filme que eu queria muito assistir, essa foi difícil, pois tem muito filme que quero muito assistir... mas resolvi escolher um com tema psicológico, já que sou apaixonada por psicologia e afins e foi a vez de Para Sempre Alice. Confesso que queria muito ter lido o livro antes (e ainda vou ler mesmo assim), mas o filme já me conquistou de uma forma inexplicável. É uma história tão sensível de uma mulher que se descobre com Alzheimer ainda muito nova e vai aprendendo a lidar com si mesma com uma garra e determinação incrível. É o tipo de filme que ressalta o quão forte pode ser uma pessoa diante de alguma doença ou outro obstáculo. A escolha do elenco foi demais, Julianne Moore se encaixou perfeitamente no papel da protagonista e Kristen Stewart finalizou o filme de uma forma incrível. 

3. A 5ª Onda
Para o terceiro dia o tema era um filme apocalíptico, escolhi A 5ª Onda por dois motivos: a história que parecia ter uma criatividade incrível e pela protagonista Chloë (que também fez Se Eu Ficar e Hick - o filme do dia 4). Não sabia da existência dos livros antes de ver o trailer pela primeira vez e sinto uma raivinha básica disso, porque sou apaixonada por livros assim. Porém, apesar de muitos comentários com críticas ruins ao filme, eu gostei e muito. A história gira em torno basicamente de o mundo receber a visitinha dos "Outros" (ET's?) e esses mesmos começarem a querer devastar o planeta. No início ninguém acreditava e aí com o progresso das "ondas" de devastação o povo foi temendo e lutando pela sobrevivência. Cassie Sullivan perde os pais para os "Outros" e acaba se afastando do irmão, mas seu objetivo é buscá-lo e cumprir sua promessa de manter ele a salvo. É aí que inicia sua jornada rumo ao que mal sabe que a espera. Tudo bem que não é muito inovadora a ideia do autor, mas eu me apaixonei pela história.

4. Hick (Caipira)
No quarto dia foi a vez de escolher um filme com um ou vários atores ou atrizes que eu goste muito: não é novidade do porquê da minha escolha, está estampado ali na foto. Sim, Chloë Grace Moretz é uma das atrizes preferidas da minha vida desde sua participação em Horror em Amityiville (aos seus 8 anos?). Enfim, escolhi Hick pois me deparei com o filme em algum lugar e achei interessante a ideia do filme nem sei o porquê. O negócio é o seguinte: gostei da atuação dela, mas não tanto do filme. A história gira em torno de Luli, uma garota que tem uma família um pouco tumultuada e que após ganhar uma arma no seu aniversário resolve ir para Las Vegas numa ilusão de que lá é o melhor lugar para se viver, no caminho encontra um caipira, uma loira gente boa e acaba conhecendo outras faces de novas histórias que acabam se ligando de alguma forma. Achei o filme meio sem moral, mas é legal para passar o tempo. 

5. Na Natureza Selvagem
Quinto dia foi dia de aventura no cinema, não podia deixar de fora um filme que há tempos queria assistir. Na Natureza Selvagem foi uma indicação de um amigo quando a gente discutia nossos sonhos doidos de querer viajar o mundo igualzinho ao protagonista e dos meus alucinantes sonhos de ter uma casa ambulante ou algum trailer e sair sem rumo por aí. Pois bem, vamos falar do filme: Christopher é um jovem recém formado que decide viajar o mundo em busca da liberdade e nessas viagens ele conhece pessoas que mudam sua vida, assim como ele próprio tem um papel na mudança da vida das outras pessoas. Enfim, não tem como definir esse filme com um parágrafo apenas, é uma história sensacional, uma luta pelo própria liberdade, por novas formar de viver. Sério, assistam, só posso dizer isso. Ah, e o elenco é ótimo também!

Acompanhe a maratona: 

2 comentários:

  1. Gostei bastante ♥ Coraline é um filme tão amor que pode passar anos e eu ainda vou continuas gostando dele. Para Sempre Alice traz uma mensagem linda e retrata muito bem o psicológico de alguém com uma doença bastante grave. Os outros ainda não assisti, mas me interessei pelo que falou de cada um. Aliás, maratonas cinematográficas é tão bom, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Kelly! ♥
      A personagem é tão fofa, Coraline realmente aqueceu meu coração. Eu, sinceramente, coloquei Para Sempre Alice nos meus filmes favoritos, assistiria mil vezes. Estou amando a maratona!!! ♥

      Excluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...