16 de julho de 2016

Guest Post: Superando problemas com a autoestima

A partir do momento que você tem consciência do tamanho do seu “Ser”, a probabilidade de se ter uma autoestima baixa é mínima, pois ela não sobrevive diante de pensamentos otimistas e quando assumimos nosso poder interior. Com a autoestima baixa, você se desvaloriza por completo, mesmo em seu subconsciente, não consegue enxergar seu verdadeiro potencial. 

E quando você toma a decisão de obter o autoconhecimento e se empenhar com novas atitudes positivas, tudo muda e sua autoconfiança aumenta. Você pode superar tudo, consegue mudar as decisões em todas as áreas de sua vida, bastando reconhecer e aceitar que seu poder é maior do que imagina. 

Primeiramente, tome conhecimento do que é a autoestima em sua vida e depois comece a reconhecer e se libertar das suas limitações internas, da negatividade diária e ter uma vida mais positiva e feliz. Uma pessoa com baixa autoestima pode apresentar:
  • Insegurança
  • Ser perfeccionista ao extremo
  • Ter indecisões de si mesma
  • Depressão
  • Se sentir vazia, incapaz
  • Ter dúvidas a todo momento
  • Medo de errar
  • Desvalorização pessoal
Essas e outras características são apresentadas por uma pessoa que tem a autoestima baixa, falta de confiança e medo de enfrentar os problemas. E são vários fatores que podem levar a diminuição da autoestima, assim como:
  • Medo de rejeição
  • Se sentir carente
  • Inveja
  • Perdas financeiras
  • Insegurança em tudo
  • Ser introvertida
  • Ter medo de ser abandonada
  • Receber críticas ou mesmo se autocriticar
E não é difícil superar tudo isso, você só precisa se motivar, ter confiança em suas ações e coragem de enfrentar a vida de frente, passando por cima dos obstáculos sem duvidar da força que existe em você. 

Autoconfiança: Enfrente os problemas

Fique sempre atenta as palavras e expressões que você usa diariamente sobre você. A autoestima se alimenta de pensamentos negativos e de autocríticas. Toda forma de depreciação feita a você, o seu sistema neurológico vai se alimentando e se comportando como uma guerra interna entre você e você mesma. E porque fazer isso consigo mesma? Tudo é guardado no seu subconsciente, lá ele levará a sério todas as palavras dirigidas a você, transformando aquilo em uma verdade interior. Por isso, a autoconfiança é muito importante quando isso acontece, ela é capaz de neutralizar todo tipo de palavra negativa que venha a ser dirigida a você. 

Não ter medo de se expressar, colocar o que tem dentro de você pra fora, isso é muito importante para sua autoestima, pois é sinal que sua autoconfiança está bem trabalhada. Quando escolhemos agradar a todos, não significa que vamos negligenciar as nossas próprias necessidades, Ricardo Spinoza nos diz que não podemos esconder nossos sentimentos, que sempre sejamos nós mesmos em todos os momentos. Assim, conseguimos enfrentar qualquer problema ou situação obtendo valor próprio e uma confiança reforçada. 

Não fique esperando que outros façam por você tudo o que você mesma pode fazer, pois é garantia de autoestima baixa. Aprenda a ser independente sem criar muitas expectativas com as coisas. A segurança em você mesma só atrairão bom resultados como bons relacionamentos, boas amizades, desempenho superior no trabalho, nos estudos e capacidade de raciocínio maior em situações do seu cotidiano.

Post feito por: Carolina Oliveira
Publique seu conteúdo no blog também, entre em contato aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...