2 de julho de 2016

Não consigo te deixar ir

Você chegou como quem não quer nada e acabou roubando um pedaço de mim sem nem perceber. Roubou minhas noites calmas, meus pensamentos vazios pela manhã e até o gosto amargo dos meus dias. Você chegou e junto trouxe esse teu riso frouxo, tua mania incansável de me divertir só com o olhar, teu jeito bobo de se portar e  até essa tua voz virou melodia no meu dia-a-dia. Você chegou, sem avisar, sem bater na porta. Entrou e não pediu licença, roubou minha atenção, destruiu qualquer muralha que eu tinha construído ao redor do meu coração e depois foi embora por um receio egoísta.

Te peço desculpa se não consigo aceitar que tudo tenha sido tão rápido, se não me permito te deixar ir. Eu que com minha inocência infantil e essa mania de me entregar fácil me apaixonei pelos teus mínimos detalhes em tão pouco tempo te peço desculpa. Talvez nada disso importe, talvez só saiba brincar com os sentimentos de alguém e logo após jogá-los fora. Realmente não queria pensar que foi assim, não queria que as coisas mais uma vez não dessem certo. Desculpa, esse é o meu jeito cafona de ser, não costumo brincar com as coisas do coração por mais brega que isso possa parecer.

Já não tenho controle sobre os meus pensamentos, o travesseiro parece ser seu aliado, cada nova noite meu último pensamento corre solto sobre você e eu juro que luto para pensar em qualquer outra coisa. E como eu queria esquecer do pouco que passei ao teu lado, como eu queria ser mais dura comigo mesma - mais fria quem sabe -, e conseguir ignorar o que faz borbulhar meu estômago num misto de borboletas inquietamente chatas. Mas eu não sou assim, sou aquela romântica completamente incorrigível que não dá o braço a torcer, aquela que não aprendeu a desistir dos próprios sentimentos. 

Não consigo te deixar ir, por mais que queira se afastar. Nenhuma distância, física ou mental, vai mudar o grau de importância que já tem na minha vida. E talvez isso nem te incomode, não mude os fatos, talvez nem sequer isso tudo importe, mas a verdade é exatamente essa: eu não consigo deixar meu sentimento escorrer pelos dedos tão facilmente. Eu diria que pode ser paixão besta, mas tenho certeza que não é. Eu não quero nada mais do que tua presença e isso soa tão estranho para mim, não preciso das tuas demonstrações de afeto se tiver o teu carinho no olhar. Não te quero por momento, talvez meu coração te queira para a vida e isso me assusta.

Tenho medo de me aproximar, tenho medo de fazer dar certo e mais medo de que dê mais errado ainda. Desculpa por ser essa confusão ambulante, por nem saber ao certo o que é o certo. Uma vez me disseram que certo é o que o coração sente, então talvez te dizer tudo isso seja a melhor forma de agir. Eu já sinto a tua falta e talvez tenha te visto passar por mim ontem mesmo, já sinto saudade do teu brilho no olhar quando me encarava, da curvinha do teu sorriso quando se perdia em pensamentos me analisando em cada detalhe, da tua mão deslizando pelo meu cabelo, pelo carinho dos teus dedos delicadamente passando por meu rosto. Eu sinto a tua falta, pode me culpar por ser tão boba, te dou toda a razão.

Sei que nada muda a tua decisão de ir para longe, mas saiba que cada vez que tenta se afastar leva um pedacinho meu contigo. Talvez um dia entenda que eu não me apaixono por qualquer pessoa, que isso vem de muito tempo antes da primeira demonstração de afeto, talvez um dia entenda que não é fácil te deixar ir quando na minha cabeça planejei muito mais que só alguns momentos. Talvez um dia entenda o porque de eu não conseguir te deixar ir e torço muito para que não seja tarde. 

6 comentários:

  1. Ah, teus textos ♥ "Sei que nada muda a tua decisão de ir para longe, mas saiba que cada vez que tenta se afastar leva um pedacinho meu contigo. Talvez um dia entenda que eu não me apaixono por qualquer pessoa, que isso vem de muito tempo antes da primeira demonstração de afeto" Sempre consegue me descrever um pouquinho com tuas escritas.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite,
    Como esta?
    Entendo a situação do texto. Tem uma garota que eu sou apaixonado, mas ela se mudou porque o sonho dela é fazer medicina em SP sendo que as notas dela seriam suficientes pra uma federal aqui.
    eu gosto dela, de verdade, mas depois que ela se mudou só a vi duas vezes. Não aceitei internamente isso ainda.

    Beijos e se cuida
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida tem dessas e muitas vezes apenas temos que aceitar. Embora machuque! ♥

      Excluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...