20 de agosto de 2016

Leio ou não?: Eu Não Sei Nada Sobre o Amor - Bruna Vieira

Autor: Bruna Vieira
Editora: Editora Abril (Capricho)
Gênero: Crônicas
Páginas: 143 páginas.
Nota: ✰✰✰✰✰

Vou confessar que o livro é lindo e não tem como não se apaixonar visualmente por cada detalhe ao decorrer das páginas. A capa em si já é um amorzinho e as ilustrações dentro não deixam nada a desejar, porém é uma leitura muito mais para pré-adolescentes do que para mim. Gosto muito da Bruna Vieira como pessoa, blogueira e tudo o mais, já li A Menina Que Colecionava Borboletas e gostei bastante das crônicas de lá, foi aí que pensei: vou gostar desse aqui. O que eu não sabia era que as crônicas eram retiradas da revista Capricho, onde a Bru era colunista. Não que isso seja algo ruim, mas o público da revista não é coerente com a minha idade já que os assuntos que os textos tratam eu já vivenciei há algum tempo. 
"Se for para acontecer, vá lá e faça acontecer."
O livro não é ruim, pelo contrário, é extremamente bem escrito com aquele jeitinho "Bruna Vieira" de se expressar. Embora não tenha sido útil para mim, tenho certeza de que para outras muitas meninas é um livrinho que entraria nos favoritos. A Bru tem um jeitinho calmo e descontraído de falar de coisas sérias da idade mais difícil das nossas vidas, a adolescência, e é justamente por parecer mais uma conversa olho no olho que o livro se torna um apego.
"Porque mudar faz bem. Talvez não pareça no começo, mas faz parte de crescer. Pode acreditar."
Desde crônicas sobre amor próprio, auto-estima, amizades, escola, decisões da vida a fatos sobre primeiros amores e paixões não correspondidas. A Bru trás aqueles assuntos que muitas vezes só falamos para as melhores amigas, ou talvez nem para elas, com uma simplicidade incrível que nos faz pensar sobre nossos atos. É um livro essencial na vida de quem está começando a passar por essas coisas agora, ou também para quem quer ter em casa os conselho da blogueira.
Sinopse (via Skoob):
"Se para a foto a gente faz a melhor pose, para a vida o melhor é simplesmente sorrir." Bruna Vieira parece nos enxergar lá dentro, bem depois do fundo dos olhos, em cada um dos textos que escreveu especialmente para a revista Capricho. Amor, escola, autoestima, nada escapa do olhar atento da blogueira e autora que, com sensibilidade e muito talento, descobriu um caminho direto para o nosso coração.
Trecho do livro:
"[...] Todo relacionamento verdadeiro começa com um simples motivo: a vontade de fazer o outro ainda mais feliz. Acho até que essa é a parte mais legal de amar e ser amado. Saber que só a sua presença já causa arrepios e borboletas no estômago de alguém.

Quando estamos apaixonados, nós nos sentimos exatamente assim, especiais. Queremos mostrar para o mundo o quanto temos sorte por ter encontrado a pessoa certa. Que temos a chave, a tampa da panela e o outro par com o número exato do nosso sapato. Olhamos um milhão de vezes no espelho (disfarçadamente) durante a aula. Postamos indiretas no Facebook o tempo todo. Pedimos opinião das nossas melhores amigas.

Tudo isso serve, justamente, para confirmar o que o nosso coração já sabe: o cupido acertou em cheio. Ah, como é bom estar apaixonada.[...]"


Esse post faz parte do Blog Every Day August.

4 comentários:

  1. O livro é muito bonito mesmo, não faz meu estilo, mas gosto de ver meninas dessa idade escrevendo e lendo, claro.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. eu acompanho a bruna desde 2010, hoje não sou mais leitora do blog dela, mas a sigo no instagram e vejo os vídeos. nunca li nenhum livro dela, mas tenho uma curiosidade bem grande! mas fico com medo de ser "um livrinho mais teen", já que estou na casa dos 20 e já tenho um gênero mais definido fico sem coragem de "perder tempo" em um livro que não vou gostar tanto. haha
    beijos =***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acompanho a Bruneca também, ela ta numa fase muito inspiradora! Apesar de só acompanhá-la pelo instagram também...

      Excluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...