12 de janeiro de 2017

6 coisas que aprendi em 2016

Todo dia que passa é um novo aprendizado e ao findar de cada ano paro para pensar nos dias que passaram e no quanto amadureci e aprendi ou realizei novas coisas. Estamos aqui fadados a adquirir experiências e crescer como seres humanos, todo ano há novas lições que nos fazem ficar fortes e abrem nossos olhos para o mundo que cada vez mais nos chama para viver. Separei 16 coisinhas que acabei aprendendo ou enxergando com olhos mais maduros em 2016.

1. A pressa é inimiga da perfeição.
Nada melhor que começar com um velho ditado... E talvez eu devesse seguir mais o sentido do verso da minha música preferida daquela banda a qual gosto muito: "A little patience"(Guns N' Roses). Às vezes justamente o que me falta é ser paciente, começo projetos com afobação e por não estar tudo indo nos conformes no tempo em que coloquei na expectativa, desanimo e perco a paciência jogando tudo para os ares. Descobri, quebrando a cara, que nem sempre o caminho mais curto é o mais perto ou que apressar as coisas não irá me levar ao êxito mais depressa e confesso que foi uma das lições mais importantes que aprendi.

2. Às vezes é preciso ser calmaria.
Sou uma pessoa ligada no 220v, estou sempre fazendo algo e quando estou parada minha cabeça voa longe em ideias, projetos, metas, objetivos do dia e afins. É quase uma hiperatividade (ou talvez seja mesmo) e isso é horrível em alguns momentos. É preciso desligar de vez em quando, é preciso parar e deixar a cabeça descansar e isso é algo tão difícil para mim que tive que trabalhar duro para conseguir ser um pouco menos agitada. O que eu descobri e trabalhei em cima do meu eu foi justamente o silêncio. Me trás paz estar acomodadinha num lugar tranquilo só com o brilho no olhar da gratidão por estar vivendo, é algo que não tem preço. Às vezes é preciso desligar o cérebro da tomada e simplesmente sentir a vida e ser grata, às vezes é preciso apenas ser brisa leve em meio a tempestades.

3. As coisas acontecem no tempo certo.
Parece que quanto mais se cresce, mais o mundo quer te esmagar com as responsabilidades, mas não é bem assim. Você sai do ensino fundamental e já te exigem saber a profissão que vai escolher, sai do ensino médio e te querem numa faculdade, nem terminou a faculdade e já querem te ver realizado na profissão, chegou aos 25 e não tem um namorado ou está noiva e o mundo desaba, tem 40 e não tem filhos também é apavorante. Ah, fala sério né sociedade? Cada indivíduo nessa terra tem seus momentos, suas horas certas de fazer acontecer. Não é porque o mundo parece te induzir a fazer algo que você ainda nem certeza tem que é preciso fazer. Temos o livre-arbítrio para escolher o que queremos para nossa vida no tempo em que acharmos melhor. Aprendi que ignorar a pressão do mundo é se auto-libertar de uma ansiedade desnecessária. 

4. Se quer algo, corra atrás.
Sou extremamente procastinadora e ao mesmo tempo extremamente sonhadora, o que me faz cair em maus lençóis. Por que? Ora, pense comigo. Sonho com algo e quero muito fazer com que isso dê certo, porém, olho para trás e vejo que comecei a correr atrás há anos e hoje ainda estou no mesmo lugar. É difícil olhar o passado e ver que aquilo que você mais quer pouco se moveu desde que começou a almejar. Se tem algo que trabalhei ano passado e quero continuar trabalhando em mim é a determinação. Se quero algo, preciso correr atrás porque não basta apenas sonhar. 

5. Água é essencial.
Falamos bastante em personalidade e em amadurecimento emocional, porém não se pode esquecer do corpo físico. Eu era uma pessoa que bebia um ou dois copos de água por dia, isso quando bebia água. O que gerou retenção de líquido e poderia prejudicar meus rins futuramente, foi aí que com acompanhamento nutricional comecei a tomar 2 litros de água por dia e tudo melhorou: a retenção de líquido, o inchaço, as dores de cabeça, o sono, o cabelo parou de cair tanto, as olheiras, os olhos voltaram a brilhar mais, minha energia ao fim do dia não se esgotava tão fácil e o gosto de viver aumentou. Água realmente faz a diferença, não é por nada que dizem ser a fonte da vida. 

6. O tempo não para.
É, sabe quando a gente pega um punhado de areia nas mãos e ela escorrega entre os dedos, estou vendo o tempo assim. A gente nem percebe e os dias voam, as semanas correm e no fim, acabamos não fazendo nada. Se quisermos dançar conforme a música, precisamos seguir o tempo das notas e nada melhor do que essa metáfora para dizer que no ano que passou eu aprendi a valorizar mais as horinhas do meu dia e me empenhar em aproveitar melhor meu tempo. Ontem eu tinha recém 15 anos, hoje já tenho quase 20. Acho que voou! 


2 comentários:

  1. Gaaabbbiii! Parabens pelo blog novo. Eu amei tudo. Esta mais a tua cara sabia? Desde o nome, o layout e ate esse post maravilhoso encerrando 2016. Agua e tempo foram dois quesitos muito importantes para mim em 2016. Primeiro agua e alimentacao, finalmente aprendi. HAHAHAH E depois tempo: administrar o nosso tempo é muito dificil mas primordial para aproveitarmos a vida. Ainda estou apanhando um pouco com o meu tempo e sobre como fazer mais em pouco tempo. Ou sobre como simplesmente nao fazer. Adorei os teus topicos, 2016 foi um ano pesado e ainda assim sempre aprendemos. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn Beca, muito obrigada e fico feliz que tenha gostado! <3
      2016 foi um ano e tanto, vamos fazer de 2017 um pouco melhor! *-*

      Excluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...