24 de abril de 2017

Amor, ainda bem que você existe

Ufa, ainda bem que você existe. Já imaginou o trabalho que eu teria se tivesse que te inventar? É que assim, você é meio que a síntese de perfeição do meu mundinho, mesmo que seu padrão seja completamente imperfeito. Confuso, eu sei. Porém, nunca disse que eu não seria esse poço doido de confusão. Amor, agradeço mesmo por não ter que arcar com o trabalho duro de te inventar, já pensou? Logo eu, desastrada como sou, jamais iria conseguir criar alguém assim. Devo parabenizar aos criadores que, querendo ou não, te fizeram meu encaixe perfeito. 

E eu confesso que não tiraria nada de ti, não melhoraria um pontinho sequer, sabe por quê? Porque até dos teus defeitos eu consigo gostar, acho que sem eles não teríamos tantas crises para superar. Sem tua mania de sentir ciúmes adolescente e surtar por cinco minutos, eu não teria com quem me reconciliar depois de uma briguinha momentânea. E sabe? Gosto tanto do teu ciuminho besta de vez em quando, mostra tanto que você se importa em ser único para mim. E pode ter certeza, você é. 

Não sei se eu conseguiria montar esse arsenal de detalhes lindos que você tem, essa essência juvenil de quem aposta todas as fixas em algo tão incerto como o amor. Algo que outrora já machucou e hoje dá medo, mas a sensação é tão boa que você não perde a esperança. Eu gosto disso, gosto de como do nada, a gente virou tudo. Tão sem querer, tão sem intenção. 

Jamais chegaria no ponto da receita da mistura desse teu sorriso doce com teu modo de dar risada que contagia, muito menos do teu jeito manso de falar combinado com um sotaque ainda mais gostoso de ouvir. É amor, eu seria péssima na arte de te inventar.  

Seria péssima em conseguir compor esse teu jeito altamente preocupado com tudo, essa mania de querer colocar as coisas em ordem para só depois poder relaxar a cabeça no travesseiro. Esse teu jeito de menino ao lidar com as coisas mais simples que me encanta tanto.

A verdade é que eu não saberia inventar alguém tão imperfeito, com mil qualidades para mil e um defeitos, mas que mesmo assim me fizesse querer ficar. Me fizesse querer permanecer no teu abraço reconfortante, querer o mundo inteiro num potinho para poder dividir ele contigo. Para ser ainda mais sincera, acho que não saberia nem por onde começar a criar alguém que consiga me completar tão bem sem tanto esforço quanto você me completa.

Desculpa amor, mas agradeço por você já existir inteiro e completamente imperfeito para mim. Se não fosse assim, eu jamais sairia do chão num projeto de você, até porque desconheço a fórmula secreta da minha própria felicidade que veio instalada em algum detalhe do seu sorriso. Ainda bem que você existe, pois se não existisse eu, realmente, teria que dar um jeito de te inventar.

6 comentários:

  1. Ahh que lindo <3
    Já me senti assim e sei como é bom encontrar alguém que se encaixa em cada pedacinho teu e faz do teu mundo melhor,acho que eu também não teria toda essa habilidade para inventar essa pessoa rs,enfim,amei o texto :D
    Beijos ^.^
    Little Wonders

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, é ótimo encontrar alguém que nos inspire! Fico feliz por ter gostado! <3

      Excluir
  2. "Eu gosto disso, gosto de como do nada, a gente virou tudo." QUE AMOR! ♥♥♥

    Lembro de um dia que conversei com alguém que me disse que eu tinha que tirar a cabeça das nuvens e parar de imaginar o homem perfeito, príncipe encantado num cavalo branco, porque na realidade, no amor não há perfeição. Há os ideais, os detalhes bons de se ter, mas que cada fagulha do relacionamento se constroe aos poucos, com sentimentos nem sempre certos, mas que sempre há o sorriso bobo que desencadea o do outro também. É, eu acho que não saberia inventar gente assim, porque sinceramente, nem eu sei do que preciso, do que não preciso ou o que me completaria a ponto de estar feliz. Às vezes, a confusão é uma chatice. Mas tem um carinha que trata de tudo pra gente. Ou como dizia a música: ainda encontro a fórmula do amor. ♥

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Nem eu sei do que preciso, do que não preciso ou o que me completaria a ponto de estar feliz." Isso é muito eu, sério. Sempre tem alguém que vem para acrescentar no nosso mundinho um sorriso a mais <3

      Excluir
  3. Depois de tanto tempo vendo tudo por outro lado aqui estou eu, não sei o que me fez chegar aqui mas desde um tempo pra cá venho pensando melhor sobre o que realmente dizem teus textos, o que seria da vida sem o amor. Bateu um apertinho aqui dentro lendo essas palavras tão sinceras de quem já passou por tudo e mais um pouco nessa vida.
    Nunca disse dessa maneira mas sempre amei muito tudo o que você faz.

    ResponderExcluir

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...