12 fevereiro 2020

E SE A GENTE VIVESSE DA ESSÊNCIA?

E se, talvez, a gente enxergasse as coisas como são, sem complicar tanto? 

E se ao invés de insistir em negar amor ao coração por medo das consequências da dor, o entregássemos sem dó?

E se o mundo fosse menos cheio de complexidades cafonas que infiltramos no dia a dia para fugir dos receios bobos que inventamos? 

E se a gente pudesse realmente viver da essência do que somos sem seguir as regras idiotas que nossa mente babaca impõe?

E se amor não for tão romanticamente impossível e inalcançável quanto Shakespeare narra? E se não for tão decadente quanto Bukowski dita? E se for, apenas amor, afinal? Sem definições ou pré conceitos?

E se os sentimentos não dependessem de descrições e se mesclassem na importância do momento e não de fatos passados e comprovados? Seria diferente sentir?

E se não houvesse nada pelo que se basear, você ainda sentiria, não sentiria?

E se os livros não criassem fantasias de uma vida maravilhosa onde heróis passam fome, mas no final sempre vencem? E se a televisão não implantasse a insatisfação de ser quem se é na pupila do seu olho inocente em cada novo take? Você ainda seria a mesma pessoa que é?

E se não houvessem regras delimitando o certo ou errado e fosse seu cérebro quem decidisse o que melhor se aplica a você, ainda faria as mesmas escolhas

E se a vida tomasse outro rumo, se não houvesse civilização e ética, quem seria você? 

E se, e se, e se... 

Se não fossem tantas burocracias criadas, tantas limitações exercidas por cérebros que se prendem a dogmas internos talvez não precisássemos lutar contra os próprios sentimentos aprisionados. Talvez pudéssemos provar o verdadeiro gosto da liberdade

Se mesmo falho, cada ser humano soubesse do seu lugar no universo, da sua pequena e infinita grandeza sem o valor da ignorância e do egoísmo, sendo realmente humanos de fato, a crueldade não seria bandeira hasteada.

Será que algum dia a gente vai poder viver da essência?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja mais do que bem-vindo!

Não esqueça de voltar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...